Câncer de garganta – Sintomas e tratamentos

O câncer é uma das doenças mais temidas pelas pessoas de nossos tempos, e um dos principais fatores que acabam dificultando o descobrimento de um tratamento preventivo mais efetivo ou até mesmo uma cura mais rápida é a variedade de locais que ele pode aparecer. E um dos mais comuns é o chamado câncer de garganta, que também pode ser chamado de câncer de laringe ou de faringe.

Este é um tipo de câncer que é diagnosticado em milhões de pessoas no mundo inteiro. Também é considerado como um dos mais agressivos, pois acaba agindo rapidamente no organismo das pessoas. Geralmente este tipo de crescimento desordenado de células pode atingir uma grande quantidade de partes do corpo diferentes, tais como cordas vocais, a epiglote, a faringe, a laringe e outros elementos constituintes desta região.

images

Apesar do câncer aparecer em pessoas dos mais variados estilos de vida, já que ele também acaba tendo uma carga genética importante, ou seja, as pessoas que possuem parentes com câncer podem acabar desenvolvendo a mesma doença, esta doença na garganta acaba aparecendo, na grande maioria dos casos, quando as pessoas consomem muito álcool ou quando elas fumam bastante.

Sintomas

As pessoas que estão desenvolvendo este tipo de câncer de garganta começam sentindo uma dificuldade na hora de respirar. Depois disso elas passam a sentir dificuldade também na hora de engolir, que começa com os alimentos maiores, mas que depois acaba evoluindo para o ato de engolir a própria saliva.

As pessoas também costumam ficar roucas e até mesmo perder completamente a capacidade de fala a partir de um determinado momento do desenvolvimento da doença.

Tratamento

O tratamento do câncer acaba dependendo basicamente do estágio de desenvolvimento da doença. Geralmente os médicos optam pela realização da radioterapia, ou ainda a intervenção cirúrgica para conseguir remover o tumor. A quimioterapia também costuma ser um dos tratamentos mais eficientes neste caso, mas como o câncer está instalado na região da garganta, o tratamento costuma ser mais agressivo e causar uma série de problemas.

Existe a possibilidade de realizar a quimioterapia oral, na qual as pessoas tomam apenas remédios, mas apenas quando o câncer está no seu estágio inicial.

Deixe um Comentário: