Colocar Silicone – Tirar dúvidas, preços

A segunda cirurgia plástica mais feita no Brasil, é a de implante de silicone, ela só é menos realizada que a lipoaspiração, que ainda é a cirurgia plástica mais procurada entre as brasileiras.

Devido a isso, muitos casos de intoxicação vêm ocorrendo, por muitas pessoas aplicarem a prótese em locais inadequados, irregulares e ás vezes, contaminados. Por isso, esse texto vai dar algumas dicas para a correta colocação do silicone e que ele não deixe nenhum efeito colateral.

Colocar Silicone - Tirar dúvidas, preços

Dicas básicas

O primeiro item fundamental antes de se colocar qualquer quantidade de silicone é ter uma consulta com um médico, que vai aconselhar qual a quantidade adequada para o tipo físico da pessoa e baseado nos exames.

Por falar em exames, alguns que são obrigatórios para realizar essa operação são: exame de sangue, para ver a coagulação; ecografia da mama, para ver se há algum nódulos malignos e exame de coração em repouso.

Garotas menores de 18 anos não devem efetuar a operação, por ainda não terem o seu biótipo totalmente desenvolvido, o que pode ocasionar certos efeitos colaterais desagradáveis.

Algumas complicações que a cirurgia pode trazer

Os riscos ao se fazer uma cirurgia para colocar um silicone são mínimos, se a cirurgia for feita em um local adequado, com um cirurgião confiável. Mas ainda assim certos efeitos negativos podem acontecer.

Como adquirir hematomas, infecções e quelóides (cicatrizes exageradas e grossas, causadas conforme predisposição individual do organismo da mulher, que pode ser tratada com o uso de pomadas e medicações).

Lembrando que após a cirurgia não se deve pegar nada pesado e recomenda-se o descanso por pelo menos uma semana, antes de voltar a fazer as atividades cotidianas.

O preço de uma cirurgia para colocar silicone nos seios varia de pessoa para pessoa, pois, o custo total cirurgia irá incluir: hospital, materiais hospitalares, prótese de silicone, sutien, honorários do cirurgião plástico, anestesista e auxiliar, por isso, não dá para se definir exatamente quanto vai sair, mas, em média, uns 4000 mil reais incluindo todos os custos acima citados.

Esse texto trouxe algumas dicas básicas sobre essa operação tão visada pelas mulheres, deve-se lembrar que todas as operações devem ser acompanhadas por um médico e ser realizadas em locais adequados, pois, uma cirurgia muito barata, que não tenha o acompanhamento adequado, pode trazer consequências terríveis para quem a fizer.

 

Deixe um Comentário: