Dicas e custos para abrir uma brigaderia

Nos dias de hoje, o brigadeiro se tornou uma ideia rentável. O preparo parece simples, todavia, com as novidades do momento isso podem melhorar, principalmente, para aqueles que pensam em ganhar dinheiro com essa iguaria. No Brasil e fora dele há pessoas apostando nesse negócio e o resultado se mostra favorável, já que esse tipo de doce é típico aqui no país.

É possível aprender a fazer os mais diversos em cursos de confeitaria ou atividades livres ofertadas pelo Senac, por exemplo, ou mesmo online pela Eduk, Tudo de Cake,etc. Ainda existe a opção de buscar mais conhecimento por meio de vídeos no Youtube ou mesmo grupos no Whatsapp e Facebook.

Brigadeiro Gourmet

Nas festinhas infantis encontrar o brigadeiro é algo comum, mas atualmente, os brigadeiros gourmet ganharam o mercado e isso se tornou uma febre entre as pessoas que queriam empreender, pois o custo não é muito alto e os ingredientes também não. Em casa mesmo tem muita gente aproveitando essa oportunidade.

O brigadeiro gourmert se diferencia por conta da sofisticação, também é um doce artesanal, porém, se encaixa na iguaria dos finos. A apresentação de um doce como esse é diferenciada porque as caixas demonstram todo esse cuidado. Eles também pode ser vendidos no pote ou mesmo na colher. Há franquias que oferecem mais de 60 sabores.

Capacitação

Para entender essa dinâmica de mercado, a melhor solução é a atualização, por isso os cursos são as melhores opções. Pode parecer fácil fazer brigadeiros, porém, com o público cada vez mais exigências, as técnicas precisam ser aprimoradas.

Na ementa dos cursos, os candidatos ficam por dentro dos custos, bem como a quantidade empregada de cada ingrediente. Também têm a oportunidade de fazer o brigadeiro no ponto certo, bem como em aprender a usar as embalagens mais criativas possíveis.

Abrir uma brigaderia

Ingressar num negócio como esse pode ser rentável. Em 2011, o setor faturou cerca de 10 milhões de reais. Quem deseja abrir uma brigaderia precisa conhecer o mercado, a fim de entender o que pode ou não ser feito. O Sebrae disponibiliza alguns manuais sobre alguns negócios específicos, por isso merecem ser consultados.

O empreendedor deve elaborar um plano de negócio, a fim de realizar um planejamento e execução adequados, visto que esse tipo de documento ajuda a nortear os passos a serem empregados. Quem preferir ter tudo isso pronto pode pesquisar por franquias do ramo, pois também é uma boa pedida.

Para se ter uma ideia, o Sebrae divulgou que o índice de mortalidade das empresas é alto. Apenas 80% conseguem sobreviver por dois anos e 60% chegar a cinco anos. Entretanto, o percentual de franquias que fecham é menor, entre 3,5 e 10%.

Mercado

Como se pode perceber, o mercado relacionado à alimentação está entre os que mais crescem, mesmo em meio à crise. Muita gente tem escrito histórias de sucesso com negócios iniciados dentro de casa, fazer brigadeiros está entre essas alternativas.

Para não errar na mão e nos negócios, o primeiro passo está em procurar entender como funciona esse tipo de atividade, quem são as pessoas que mais consomem e quais as parcerias que se deve fazer. De certo, muitas são as opções para alavancar esse tipo de negócio, sendo assim, a parte do planejamento não pode ser ignorada, sobretudo, se as pretensões forem ambiciosas.

Estrutura e localização

O empreendedor pode escolher atuar sob encomenda ou até mesmo partir para a abertura de um ponto de loja. Nesse caso, é importante levar em conta a localização, nesse caso, quanto maior o fluxo de pessoas passando pelo lugar, melhor. Uma loja entre 40 e 80 metros quadrados consegue atender os objetivos, pois dá para estruturar de forma amigável nessa metragem. A estrutura deve funcionar da seguinte forma: atendimento, escritório, sanitários, cozinha e estoque.

Burocracia

Como toda abertura de negócio, a burocracia faz parte do pacote. Nesse caso, é preciso obter o CNPJ, registro na Junta Comercial, alvará de funcionamento, entro outros detalhes.

Investimento

O custo de um negócio como esse fica entre 20 e 50 mil reais. Contudo, isso vai depender da proposta do empreendedor, porque quanto mais sofisticado for, maior também será o investimento. Outra coisa, é sempre interessante reservar cerca de 20 a 30% de capital de giro, visto que essa quantia vai garantir o pagamento das contas, até que os clientes comecem a frequentar o local.

Deixe um Comentário: