Entenda como funciona o Cadastro Único

 

O Cadastro Único entrou em vigor no dia 24 de outubro de 2001 durante o governo do ex-presidente do Brasil, Fernando Henrique Cardoso.

O que é o Cadastro Único?

O Cadastro Único foi criado com o objetivo de coletar dados e informações de famílias que possuem baixa renda para realizar a inclusão em programas sociais e de redistribuição de renda.

São consideradas família de baixa renda aquelas que possuem meio salário mínimo por membro familiar ou renda mensal de até três salários mínimos.

Como fazer a inscrição do Cadastro Único?

As famílias que possuem baixa renda recebem visitas para inscrição do Cadastro Único, mas também é possível solicitar a inscrição no CRAS – Centro de Referência em Assistência Social.

Quais são as informações coletadas para fazer o Cadastro Único?

Veja quais são as principais informações coletadas para fazer o Cadastro Único:

– Documentação civil de todos os membros da família

– Qualificação escolar dos membros da família

– Despesas com transporte, aluguel, alimentação, entre outros

– Qualificação e situação profissional

– Rendimentos familiar

– Composição família (especificar o número de membros da família, assim como, existências de idosos, gestantes, mães amamentando e deficientes físicos)

– Características do local onde reside (especificar o número de cômodos, saneamento básico e estilo de construção)

Conheça alguns programas e benefícios sociais que são oferecidos pelo Governo Federal:

– Programa Minha Casa, Minha Vida

– Programa Bolsa Família

– Programa Brasil Carinhoso

– Bolsa Verde – Programa de Apoio à Conservação Ambiental

– Telefone Popular

– Passe livre para pessoas com deficiências

– Isenção em taxas para prestar concurso público

Após realizar o cadastramento da família é necessário atualizar os dados periodicamente.

Todas as informações referente ao Cadastro Único são encontradas no site http://www.caixa.gov.br ou presencialmente em uma das agências da Caixa.

 


Deixe um Comentário: