Inscrições para Devo não Nego, Pago se Puder 2017 – Domingo Legal

 As dívidas que podem fazer com que os telespectadores do SBT percam o sono podem ser quitadas através do quadro “Devo, não nego, pago se puder”, que integra o Domingo Legal. Inscrevendo-se, essas pessoas poderão ter todas as suas contas liquidadas e há sempre novos participantes. O site do SBT mostra como esses telespectadores podem realizar as inscrições para o “Devo, não nego, pago se puder”.

 

Entrando no “Devo, não nego, pago se puder”

Aqueles que querem estar nesse quadro e, dessa forma, tentar a quitação das dívidas, precisam acessar http://www.sbt.com.br/inscricoes/domingolegal/devonaonego/. Essa é uma página do Programa Domingo Legal que pedirá os dados pessoais. Além disso, o interessado precisará colocar o valor em que essa dívida está. A produção que cuida do Domingo Legal também pede um resumo: como essa dívida aconteceu e como é a vida do telespectador que quer integrar o “Devo, não nego, pago se puder”?

Domingo Legal coloca limite?

Quando os telespectadores que querem participar inscrevem-se percebem que o Domingo Legal não faz observação alguma a respeito de limite para a dívida do inscrito. No entanto, é claro que a produção do “Devo, não nego, pago se puder” não seleciona se o débito for alto demais.

Normalmente, é mais provável que o “Devo, não nego, pago se puder” escolha as dívidas que são de até R$ 10.000,00. Para que as dívidas maiores sejam selecionadas pelo Domingo legal, é preciso que a razão dela seja mesmo bem comovente.

 

Como o “Devo, não nego, pago se puder” paga?

O pagamento que o quadro do Domingo Legal realiza costuma ser total. Dessa maneira, a produção fornece a esse inscrito o dinheiro total e ele quita a sua dívida. Quando esse débito é pago, o telespectador não tem nenhum tipo de compromisso com o Domingo Legal. Porém, para que o inscrito tenha mesmo a sua dívida paga, ele estará em um jogo: o “Devo, não nego, pago se puder” terá algumas brincadeiras e o telespectador que conseguir ganhar é o que conseguirá a quitação.


Deixe um Comentário: