Multa por velocidade média em São Paulo em fase de testes

Após a prefeitura da cidade de São Paulo adotar um sistema que é capaz de identificar placas de carros em dia de rodízio, agora vai inovar novamente e lançar uma nova modalidade de fiscalização. Agora a prefeitura pretende multar veículos que ultrapassem a velocidade permitida nas vias, através de radares que medem o tempo de percurso e calcula a velocidade média.

Ou seja, não adiantara mais você pisar no freio antes do radar e depois acelerar novamente, através de um sistema de identificação de placas, será possível calcular o tempo médio. Em um teste na Avenida 23 de maio, os flagrantes de excesso de velocidade aumento em 700%. A multa por velocidade média também deverá ser imposta nas rodovias paulistas.

radar-siniav

Além disso será possível identificar carros com irregularidades, e acionar a polícia para que seja feita uma atuação. A cidade de São Paulo ainda quer multar motos em corredores através de radares fixos, além da invasão de faixa de pedestres e de ônibus.

Porém ainda é cedo, como esse tipo de multa “ainda” não está prevista no Código de Trânsito Brasileiro, a prefeitura vai apenas utilizar a tecnologia para fins de estatística.

Fonte: Notícias Automotivas


12 Comments

  1. nicolau says:

    Ta ai o principal motivo para a instalação arrecadação por multas por um sistema que não vai ter precisão, pois a própria estrutura metálica do veiculo pode interferir no inicio da medição ou até mesmo a posição onde for instalada ou mesmo qual quer interferência por RF podem interferir.

  2. nicolau says:

    E outra acho mentira sobre este teste pois nunca vi nada instalado e nunca vi nenhum veiculo com o chip é pura especulação e ninguém em nunca colocaria algo no seu carro mesmo que para teste sabendo que pode ser multado.

  3. Marcio de Almeida Braga says:

    Por favor, implementem logo esse sistema !!

  4. Charles Nikson says:

    Bom dia!!
    Gostaria de mais informação sobre esse sistema para trazer para meu estado.

    Grato;

  5. Rafael says:

    Nicolau, acho que nesse primeiro instante estão utilizando a tecnologia OCR. Mesmo porque nenhum carro particular está equipado com etiquetas RFID para este fim.

  6. bozo says:

    Como esse nicolau é burro, le direito ai po, identificação por placa e não rfid, se fosse por rfid chapa metalica interfere sim, mas quem desenvolve o sistema sabe disso e inclui isso na especificação do sistema, pq senão o sem parar não funcionaria.

  7. Somos Palhaços says:

    mais uma forma de tirar mais dinheiro da população!!

  8. Gabriel says:

    Mas vcs só pensam em punir velocidade? Por quê não punem quem anda devagar pela esquerda atrapalhando a todos? Nas marginais em São Paulo, é fácil encontrar carros rodando a 40 km/h na esquerda!!!
    Outra coisa: posso multar o estado pela quantidade de buracos na rua, valetas, falta de sinalização, projetos ruins, em que vc tem que ter um foguete para entrar na via rápida através de um acesso a 90 graus, ao invés de ser suavizado?
    Multar por velocidade é fácil e ao governo só interessa $$$$!

  9. Carlos says:

    Olá.
    Como poderia ter acesso as informações da implementação desse sistema para eu colocar na minha pesquisa de tcc?

  10. Josué says:

    Pra quem gosta de andar errado, vai complicar.

    Porém pra maioria que está em ordem, sem problemas.

  11. Filho da Puta says:

    Acho isso uma bosta, as ruas de são paulo são esburacadas… ficam investindo em arrecadação de multas que não retorna para a população e são investidos mais erroneamente em se arrecadar mais com a mentira de melhorar o transito caótico, diminuição de acidentes, quantas pessoas são assassinadas em São Paulo por não ter educação. Voces especialistas de merda ficam discutindo como esse controle deverá ser feito, e a liberdade. deveriam discutir oque a sociedade acha desse sistema que controla o quanto pagará para ter um carro. custo brasil, as pessoas usam carros para trabalhar.

    Então afundemos esse pais na ignorância e controle total.

    E agora sou a favor de um novo controle, o controle dos idiotas, vou pensar como apoderar de ser esse sistema.

  12. Jão says:

    bozo, você chama o cara de burro e nem sabe como funciona…
    Esse sistema sim é RFID e existem varios tipos de Frequencia RF, desde LF Low Frequency até 135 Khz até Microondas 5,8 Ghz.
    As microondas sim são interferidas por metais e líquidos e UHF também são suscetíveis a interferencia, mas menores.
    Outro motivo também que ainda nao foi implementado é por causa da multa por velocidade média, por se contra a legislação brasileira, com isso teriam que mudar leis. O Siniav viria ja com carros novos e os antigos teriam um tempo apara se adequar a nova tecnologia. O Chip conteria todas as informações do carro

Deixe um Comentário: