Preço do seguro da Hilux 2017

A Hilux foi uma das primeiras picapes a fazer sucesso no Brasil, por ter se tornado a marca mais moderna e luxuosa, ela acabou deixando para trás seu estilo mais rústico, e adotou uma série de equipamentos diferenciados, modernos e interessantes para a utilização tanto na cidade como também na estrada.

Não falamos hoje de uma picape qualquer, mas sim de uma excelente filosofia japonesa, onde o bom desempenho de um motor, e o conforto determinado dos passageiros deverá vir em primeiro lugar.

Preço do seguro da Hilux

Versões do Modelo

Os preços da Hilux ficam a partir de R$ 90 mil nas suas versões de entrada com motorização de 2.7 litros, e ainda tração de 4×2 e câmbio automático, já na versão top de linha, a SRV com motorização de 3.0 e cabine dupla 4×4 e câmbio automático, seu preço acaba subindo para mais de R$ 145 mil reais.

O consumo de combustível do veículo é algo muito importante na hora de escolher qual o melhor tipo de linha com motorização de 3.0 SRV a diesel por 4×4 é possível fazer na estrada pouco mais de 6.5 km/l sendo devidamente abastecido com gasolina. Nesta situação, a versão com motorização a diesel é mais econômica do que a flex, em contrapartida ela é bem mais cara.

 

Quanto fica o seguro para o modelo Hilux?

É interessante citar que o seguro da versão a diesel é mais caro do que na sua versão flex, e talvez por sua depreciação das peças do carro ser maior com a utilização de gasolina, bem como de etanol. Em contrapartida, o custo de apólice deverá ser diferente para cada pessoa, o que varia bastante conforme a idade e o cep de sua residência.

Um fator interessante e relevante é que a proteção desta picape acaba ficando inclusive mais barata para mulheres do que para homens. Os valores médios ficam a partir de R$ 2600, o que não é um valor barato, que depende do perfil de condutor.

Se você busca por uma cotação de seguro para o modelo Hilux, comece agora mesmo a fazer a sua cotação, sem sombra de dúvidas você irá encontrar a melhor alternativa para a sua necessidade.

Deixe um Comentário: