Seguro Desemprego – Como funciona?

Esta apesar de ser uma garantia antiga do trabalhador, que foi determinada desde a Constituição cidadã do ano de 1998, muitas pessoas ainda não entendem direito como funciona o seguro desemprego, e como fazer para conseguir este direito.

Por este motivo, iremos explicar um pouco mais sobre o funcionamento do seguro desemprego, para que as pessoas durante este período de crise, saibam melhor sobre esta garantia importante que elas possuem, quando estão devidamente desempregadas e não possuem uma renda necessária para manter o seu sustento e de sua família.

 

Quem possui um direito ao seguro desemprego?

Saiba que o seguro desemprego deverá ser pago através do Governo Federal, por meio de uma série de recursos adquiridos em parceria com o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), este que é estritamente ligado ao Ministério do Trabalho, e emprego, o MTE.

Levando isto em conta, a Presidente Dilma acabou modificando as leis de seguro desemprego este ano, já que não era mais possível com estas regras disponíveis pagar o seguro desemprego se não houvesse uma alteração na forma como ele deverá ser distribuído.

Como funciona o pagamento de seguro desemprego?

Para que possa solicitar este benefício, os trabalhadores, na primeira vez que pedem o mesmo, deverão comprovar que receberam o salário por pelo menos doze meses.

Este tempo na segunda vez diminui, e então precisa comprovar que recebeu o salário por pelo menos nove meses.

A partir da terceira vez, o trabalhador precisará comprovar que recebeu um salário nos últimos seis meses. Vale lembrar que o trabalhador poderá pedir um seguro desemprego em até 120 dias após ter sido demitido, e o dinheiro recebido poderá ser retirado em qualquer agência da Caixa, com o cartão do trabalhador.

Os pagamentos do benefício são feitos com uma base no salário do trabalhador, e o valor máximo é equivalente de R$ 1.385,91, e é um salário mínimo baseado, onde atualmente está em torno de R$ 800. É possível consultar a tabela de seguro desemprego, e conferir os valores de benefícios que você possui o direito.

Existem vários tipos de seguro desemprego, o seguro desemprego formal, o seguro desemprego empregada doméstica, o seguro desemprego pescador artesanal, entre outros.


Deixe um Comentário: