Técnico em Geoprocessamento

O profissional tecnólogo em Geoprocessamento é um profissional que lida de forma direta com toda a mediação e a caracterização dos terrenos. Este profissional deverá trabalhar basicamente com sistemas de agrimensura, bem como de cartografia e sensoriamento remoto para que possa mapear todos os lotes.

Outra particularidade é que este profissional deverá utilizar tecnologias avançadas, dentre elas imagens de satélites e radares, e também todos os seus conhecimentos de topografia e geodésia determinados. Além disto o profissional poderá realizar as vistorias, fazer avaliações e elaborar seus laudos técnicos. É fundamental se manter bem atualizado sobre os avanços das áreas de informática além de contar com uma habilidade em cálculos.

Técnico em Geoprocessamento

Como é o mercado de trabalho para este profissional

Todo o aquecimento das áreas de construção civil aumentam toda a demanda deste profissional. Em cidades além de construtoras, várias prefeituras contratam um profissional tecnólogo para a elaboração de planos diretores.

Nas áreas rurais o graduado é contratado para realizar levantamentos topográficos, bem como as medições de terras e o georrefenrenciamento. Existem ainda boas alternativas para quem quiser atuar como autônomo contratados por projetos. Existem postos de trabalho para praticamente todos os territórios nacionais.

A remuneração inicial oferecida deverá ficar entre R$ 2500 a até R$ 3500 para este profissional.

Um pouco mais sobre o curso

Este é um curso voltado exclusivamente para áreas de Ciências Exatas, com matérias determinadas como matemática, física e geociências.

Todas as disciplinas básicas poderão incluir a topografia, o sensoriamento e a geodésia. Os cursos que são direcionados para a agrimensura possuem em seu currículo matérias como por exemplo o desenho topográfico, o urbanismo, os direitos e legislações de terras. Nos que focam deforma sensorial e remota, bem como no geoprocessamento, os alunos estudam os tratamentos das imagens de satélite e de radar, além de todo o monitoramento ambiental. Os estágios não são obrigatórios, mas ao final do curso é importante se apresentar um projeto de conclusão perante as bancas examinadoras.

A duração média do curso é de três anos e o Pronatec é a instituição que oferece este tipo de curso com a melhor excelência. Para verificar informações do curso acesse o site www.pronatec.com.br.

Deixe um Comentário: