Técnico em Processamento de Pescado

O profissional Técnico em Processamento de Pescado tem como atribuições principais elaborar diversos tipos de produtos e subprodutos de pescado para finalidades tanto de beneficiamento como também de comercialização de produtos diversos.

Este profissional ainda está habilitado a controlar toda a qualidade do pescado para um processamento. Além de tudo isto, este profissional deverá ainda desenvolver atividades de cunho operacional do beneficiamento do pescado, como por exemplo as recepções, lavagens, classificação e também o processamento determinado aplicando possíveis técnicas de abate, bem como congelamentos, descongelamentos, descamação, entre outros.

O profissional ainda realiza a sanitização dos setores de beneficiamento promovendo um tratamento que seja bem adequado para os resíduos efluentes. E deverá ainda atuar em toda a gestão das unidades de beneficiamento podendo controlar os estoques de insumos e dos produtos.

Técnico em Processamento de Pescado

Os principais temas abordados durante o curso

Como principais temas que devem ser abordados durante o curso, podemos citar os manejos de pós captura, processamento e conservação de pescados, microbiologia química e também bioquímica, controles de qualidade e também de sanitização, além do desenvolvimento e a elaboração dos seus subprodutos do pescado determinados.

Quanto a possibilidades de atuação este profissional deverá atuar diretamente em instituições públicas determinadas e privadas que são ligadas para a agricultura e também para a pesca.

Laboratórios de controle de qualidade e empresas que tenham beneficiamento ou ainda consultoria determinada e de forma autônoma este profissional também poderá atuar.

Ao longo de todo o curso os alunos aprendem sobre temas diversos, como o processamento, a conservação do pescado, microbiologia, química e também a bioquímica, além do controle de qualidade e sanitização e vários outros temas determinados. Este curso oferece em torno de 1000 horas aula de duração.

O profissional quando estiver formado poderá atuar de forma direta em laboratórios de controle de qualidade, bem como as empresas de beneficiamento de alimentos, consultorias ou ainda de forma autônoma, além de instituições públicas e privadas que podem ser ligadas tanto a aquicultura como a pesca.

Várias instituições do SENAI em regiões litorâneas do Brasil oferecem este tipo de curso, por isso procure o SENAI da sua região e confirme se a instituição oferece este tipo de curso.

 

Deixe um Comentário: